TEXTOS AUTORAIS

Todos os textos aqui publicados são de autoria de Ala Voloshyn.
Direitos autorais são protegidos pela Lei 9.610, de 19 de Fevereiro de 1968.

ONDE MAIS O QUE ESCREVO É LIDO

PESQUISE ESTE BLOG

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Anjos do Apocalipse

Anjos estão entre nós, são guerreiros de Deus empunhando suas espadas douradas, gravadas com símbolos da Nova Era.
A Era do Amor, a Era de Aquárius, a Era de Buda Maitreya. Novos lemas, nova ética, onde o amor fraterno precisa prevalecer sem dar espaço ao ódio, ganância, vaidade, opressão, egoísmo, preconceito e o poder do injusto.
Uma guerra está estabelecida onde é preciso vencer e romper cristalizações que teimam em não permitir que a LUZ passe e se propague.
Cristalizações que vem se fortalecendo por séculos e precisam ser destruídas para que a humanidade não se perca de Deus.
Meninos, meninas, moços e moças, anjos do Apocalipse sacrificando suas vidas, empunhando suas espadas com tamanha força e impacto para que acordemos deste sono que nos faz ignorantes, perversos, omissos, materialistas e distantes de Deus.
Provocam tamanha dor que é impossível se manter alheio ao que se passa conosco e ao que estamos fazendo neste mundo com nosso egoísmo, pois quanto maior for a incapacidade de responder, maior deve ser o embate e assim está sendo.
Eles ficam pouco tempo entre nós, são alegres, amorosos, pacientes, fortes na sua docilidade e generosos. Apresentam imensa compaixão e coragem, a ponto de entregarem suas vidas físicas para nos fazer ACORDAR.
Sua força e extensão de Aura são tão grandes que impactam a muitos, pois muitos precisam despertar.
E quanto tempo mais levará para abrirmos mão de nosso ego inferior?
Quanto?
Quanto mais demorarmos. Quanto mais nosso coração se empedrar, maior precisará ser o choque para romper nossas barreiras, que precisam se modificar, pois o pior não pode ser levado para a Nova Era.
Abençoados Anjos, abençoados Guerreiros de Deus, abrindo os caminhos para que Deus esteja entre nós vibrando em nossos corações.
“Possa o Amor Universal que ainda não nasceu nascer e crescer. Possa o que nasceu não se degenerar e crescer para sempre.”

© Direitos reservados a Ala Voloshyn

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ARQUIVO DO BLOG

NOTA

As fotos utilizadas neste blog são da web ou de amigos, como Bell Felipe, Jac Rizzo (http://jacrizzo.blogspot.com), Adriane (http://tramasecacos.blogspot.com). As telas de pintura são de minha autoria.