TEXTOS AUTORAIS

Todos os textos aqui publicados são de autoria de Ala Voloshyn.
Direitos autorais são protegidos pela Lei 9.610, de 19 de Fevereiro de 1968.

ONDE MAIS O QUE ESCREVO É LIDO

PESQUISE ESTE BLOG

quinta-feira, 25 de março de 2010

Um Mercador


Um mercador
Que se veste de mestre
Ou um mestre que se veste de mercador

Quem pode saber

Os olhos não conseguem decifrar tamanha dúvida

Talvez alguém possa

As almas que comprou

Talvez elas saibam exatamente quem é

Mercador vestido de mestre
Ou mestre vestido de mercador

Somente as almas que acumulou
Podem dizer quem é

E as almas quem são
Ao pesarem quanto valem
Ao valerem quanto pesam

Mas que valor é este

Somente o mercador sabe

Mas o mestre sabe mais

Pois almas que se vendem
Não sabem o valor que tem

© Direitos reservados a Ala Voloshyn

sábado, 20 de março de 2010

Outono



Querido Outono
Que bom que chegou

Estava com saudade

De sua brisa fresca
Do calor agradável
Das suas flores

De todas as cores das folhas
amarelo
vermelho
ferrugem

Adoro

Tenho vontade de escrever
Ler
Caminhar
Sorrir

Minha alma agradece tanta generosidade

Seu nome poderia ser suavidade
Simplicidade
Esperança também

Cada folha que cai
Reserva um lugar para outra que virá
Assim a morte se torna branda e renovadora
Assim me sinto feliz
Assim gosto

Adoro

© Direitos reservados a Ala Voloshyn

ARQUIVO DO BLOG

NOTA

As fotos utilizadas neste blog são da web ou de amigos, como Bell Felipe, Jac Rizzo (http://jacrizzo.blogspot.com), Adriane (http://tramasecacos.blogspot.com). As telas de pintura são de minha autoria.