TEXTOS AUTORAIS

Todos os textos aqui publicados são de autoria de Ala Voloshyn.
Direitos autorais são protegidos pela Lei 9.610, de 19 de Fevereiro de 1968.

ONDE MAIS O QUE ESCREVO É LIDO

PESQUISE ESTE BLOG

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Pressa Absurda

Passos apressados
Coração acelerado
Respiração curta
Pressa absurda

Para onde vou correndo assim

Não sinto o gosto das coisas
Não enxergo quem está ao meu lado
Tudo parece insuficiente
E por isso corro mais

Preciso chegar primeiro

Não tenho tempo pra respirar
Não tenho tempo pra olhar
Não tenho tempo pra ouvir
Não tenho tempo pra me apaixonar

Assim perdendo meu tempo salto no escuro
E não encontro alguém pra me abraçar

Só assim lembro que não me dou tempo pra construir
Só assim lembro que perco meu tempo fazendo o que meu coração não pede

Meu coração sofre

Pela falta de limite
Pela falta de naturalidade
Pela falta de tempo pra viver

O tempo encurto
O tempo perco
O tempo não recupero
O tempo acelero

© Direitos reservados a Ala Voloshyn

ARQUIVO DO BLOG

NOTA

As fotos utilizadas neste blog são da web ou de amigos, como Bell Felipe, Jac Rizzo (http://jacrizzo.blogspot.com), Adriane (http://tramasecacos.blogspot.com). As telas de pintura são de minha autoria.