TEXTOS AUTORAIS

Todos os textos aqui publicados são de autoria de Ala Voloshyn.
Direitos autorais são protegidos pela Lei 9.610, de 19 de Fevereiro de 1968.

ONDE MAIS O QUE ESCREVO É LIDO

PESQUISE ESTE BLOG

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Um Tempo para Alguém

Tempos difíceis, todos dizem e afirmam. Não há tempo para nada, é só correria!
Assim passamos nossos curtos dias, mergulhados em tarefas e compromissos tentando atingir metas muitas vezes infundadas em nossa verdadeira realidade. Precisamos chegar a algum lugar que não almejamos, mas aprendemos a querer. Loucura total!
Não há tempo para ouvir, esperar, abraçar, refletir. Mas quem determinou isto? Nós mesmos. Por aprendizagem ou escolha, mas nós decidimos viver assim e não percebemos quem está a nossa frente.
Quanto tempo dedicamos a alguém? Precisamos de pouco, mas o suficiente para ouvir, sentir, responder. Geralmente tudo nos passa desapercebido, a não ser que venha como uma bomba através de alguma notícia catastrófica! Estamos perdendo nossa sensibilidade para o simples e verdadeiro.
Todos carentes de gente! Todos carentes de contato, de comprometimento.
Basta um pouco, uma parada, um perguntar “como você está?” Estou certa que a resposta virá! Então é só ouvir, se importar com a história do outro. Não importa que história seja, contanto que seja do outro.
Dedicar um tempo para a solidariedade, para aconchegar, dividir, dar uma opinião, desde que seja sincera e pronto! Está feito! Todos se sentem felizes, quem dá e quem recebe. É fácil, basta querer, basta dar valor ao que é natural e fraterno. Sem esperar recompensa, pois o que vale é se importar com alguém.

Ilustração: Foto da Fundação das Artes de São Caetano do Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ARQUIVO DO BLOG

NOTA

As fotos utilizadas neste blog são da web ou de amigos, como Bell Felipe, Jac Rizzo (http://jacrizzo.blogspot.com), Adriane (http://tramasecacos.blogspot.com). As telas de pintura são de minha autoria.