TEXTOS AUTORAIS

Todos os textos aqui publicados são de autoria de Ala Voloshyn.
Direitos autorais são protegidos pela Lei 9.610, de 19 de Fevereiro de 1968.

ONDE MAIS O QUE ESCREVO É LIDO

PESQUISE ESTE BLOG

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Enigma




Ao estar em minha cama, percebi que meu All Star não está onde deveria estar.
Onde está meu All Star?
Pois onde deveria estar, meu All Star não está!

© Direitos reservados a Ala Voloshyn

Ilustração: foto de família.

Olhar Indiscreto



Olho pela janela
e não entendo o que vejo.
Gente apressada sem um mínimo de desejo.

© Direitos reservados a Ala Voloshyn


Ilustração : da Web

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Salve São Jorge!


O que está acontecendo? Parece que abriram todas as jaulas e as feras estão soltas! Não entendo mais nada! Enlouqueceram de raiva? Trânsito maluco, todos com pressa querendo chegar ao mesmo tempo no mesmo lugar, desrespeitando totalmente as leis da física. Gente irritada atacando o primeiro que cruza seu caminho. Credores arrombando as portas de seus devedores. Bandidos invadindo espaços que não são seus. Homens matando mulheres. Mulheres matando crianças. Deus do Céu, é difícil entender!
É trabalhoso tentar uma relação de paz, tem sempre quem perturbe pelo simples prazer de perturbar!  De onde veio tudo isso? Final dos tempos? Mas que tempos? Parece que a violência contida perdeu seu controle e agora "salve-se quem puder"!
Cansei. Estou muito cansada e às vezes tenho a impressão que falo grego e não consigo me fazer ouvir. A cada passo que dou tenho que recolher meus sentimentos muitas vezes violados.  A ética, o bom senso, a amizade, tudo parece estar saindo pelo ralo e não adianta muito segurar, vai pro ralo mesmo!
Fico pensando, de onde vem tanta raiva e violência? Só posso chegar à conclusão que de nós mesmos! Por muito tempo boicotamos nossa evolução, fazendo por fazer, abaixando a cabeça para opressores burros. Por muito tempo fizemos de conta que fazíamos algo, mas nada fazíamos e acumulamos lixo, muito lixo que agora transborda de dentro de nossos compartimentos internos. Dane-se! Quem mandou? Agora é melhor começar a limpar o que já está fedendo há muito tempo! E não tem saída pra ninguém! Ou limpa ou limpa!
Por via das dúvidas vou rezar, sei que mal não faço. Meu São Jorge! Guerreiro, desperta-me e faça-me lutar com meus próprios dragões e ajude-me a vencê-los e transformá-los em algo melhor! Salve-me São Jorge! Salve-me de mim!
"Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge.
Para que meus inimigos tendo pés não me alcancem,
tendo mãos não me peguem,
tendo olhos não me vejam,
nem pensamentos eles possam ter para me fazerem mal.
Armas de fogo o meu coro não alcançarão,
facas e lanças se quebrem sem ao meu corpo chegar,
cordas e correntes se quebrem sem ao meu corpo amarrar.
São Jorge, cavaleiro corajoso, intrépido e vencedor abre os meus caminhos,
ajuda-me a conseguir um bom emprego,
fazei com que eu seja bem visto por todos: superiores, colegas e subordinados.
Que a paz, o amor e a harmonia estejam sempre presentes no meu coração, no meu lar e no meu serviço. Vela por mim e pelos meus, protegendo-os sempre, abrindo e iluminando os nossos caminhos, ajudando-nos também a transmitirmos paz, amor e harmonia a todos que nos cercam."
Amém. © Direitos reservados a Ala Voloshyn

Ilustração: da Web




ARQUIVO DO BLOG

NOTA

As fotos utilizadas neste blog são da web ou de amigos, como Bell Felipe, Jac Rizzo (http://jacrizzo.blogspot.com), Adriane (http://tramasecacos.blogspot.com). As telas de pintura são de minha autoria.