TEXTOS AUTORAIS

Todos os textos aqui publicados são de autoria de Ala Voloshyn.
Direitos autorais são protegidos pela Lei 9.610, de 19 de Fevereiro de 1968.

ONDE MAIS O QUE ESCREVO É LIDO

* Jornal Enfim: desde 2010
http://jornalenfimscs.wix.com/jornal



PESQUISE ESTE BLOG

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Olhos de Unicórnio

Acordei de sobressalto e sentei em minha cama.
Um lindo unicórnio me olhava.
Seus olhos de cristal me encantavam e pensei:
morri!
Não queria assim, dormindo.
Olhei para os lados e não havia ninguém,
eu estava só com ele.
Tudo parecia bom e calmo quando me fez uma reverência.
Correspondi, acreditei que saberia por que ele estava lá,
mas continuava a me olhar em silêncio.
Logo senti um delicioso perfume de rosas e meu coração bateu mais forte e feliz, então falei:
se meu coração ainda bate, não morri!
Quanto mais olhava para aqueles olhos de cristal, mais me via neles e de súbito intuí,
aquele unicórnio era eu mesma a me olhar sem perceber que tão diferente de mim eu posso ser,
tão cristalina que não podia me reconhecer.
O perfume aumentava cada vez mais e quando aceitei que eu mesma era aquele olhar cristalino, fiquei em paz e voltei a dormir, com a esperança de poder acordar e enxergar como o unicórnio,
que encontrei dentro de mim.

© Direitos reservados a Ala Voloshyn

Ilustração: Google

Um comentário:

ARQUIVO DO BLOG

NOTA

As fotos utilizadas neste blog são da web ou de amigos, como Bell Felipe, Jac Rizzo (http://jacrizzo.blogspot.com), Adriane (http://tramasecacos.blogspot.com). As telas de pintura são de minha autoria.