TEXTOS AUTORAIS

Todos os textos aqui publicados são de autoria de Ala Voloshyn.
Direitos autorais são protegidos pela Lei 9.610, de 19 de Fevereiro de 1968.

ONDE MAIS O QUE ESCREVO É LIDO

PESQUISE ESTE BLOG

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Coraticum

Quando a escuridão impera e não há clareza para onde prosseguir. Quando o ânimo desaparece e a vida surge como um fardo. Quando os objetivos parecem perdidos. Quando tudo impele para direção contrária ao que se anseia. Quando a pressão externa aparenta invencibilidade. O que você faz?  Paralisa? Deprime? Desiste? Espera? Agride? Procura culpados? Ou levanta a cabeça, num gesto de dignidade e segue num ato de coraticum?
Coraticum, tradução latina para coragem, que associa duas palavras, cor e aticum, coração e ação. A ação do coração!
Quando a ação vem do coração nasce a coragem! Aquela luz que ilumina o caminho escuro. A certeza em meio a incerteza. A vontade que supera o medo. A legitimidade da alma. A superação da dor. A mão que se abre para segurar outra mão. A espada que se ergue para o combate inevitável. A luta do interno no palco do externo. A vitória improvável se fazendo vitória, surgindo do nada, alimentando a alma e a vontade de prosseguir vivo! Mais vivo que antes! Ao enfrentar com a força do coração o que sucumbia ao inalcançável, que existe somente no mundo da dúvida, divisão de forças, solidão, descrença do fôlego de um coração que bate no ritmo da certeza de que a vida se faz a cada respiração e que somente alcança quem acredita em sua determinação para encarar o monstro que vive na ilusão da fragilidade.
Frágil é quem não confia na vida que pulsa em suas veias e entrega ao descaso o que é sua dádiva, sua bênção, a força de seu coração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ARQUIVO DO BLOG

NOTA

As fotos utilizadas neste blog são da web ou de amigos, como Bell Felipe, Jac Rizzo (http://jacrizzo.blogspot.com), Adriane (http://tramasecacos.blogspot.com). As telas de pintura são de minha autoria.