TEXTOS AUTORAIS

Todos os textos aqui publicados são de autoria de Ala Voloshyn.
Direitos autorais são protegidos pela Lei 9.610, de 19 de Fevereiro de 1968.

ONDE MAIS O QUE ESCREVO É LIDO

PESQUISE ESTE BLOG

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

O Amigo Inimigo ou Inimigo Amigo?

Quem você considera ser seu amigo? Aquele que está sempre ao seu lado, independente do que você faz? Aquele que o leva para se divertir, que o consola, que não interfere em seu namoro ou casamento ou aquele que não o prejudica?
E quem considera ser seu inimigo? Aquele que faz justamente o contrário? Não está ao seu lado incondicionalmente, se mete em seus relacionamentos ou aquele que é craque em lhe abandonar nas horas mais difíceis?
Bem, se ficarmos aqui descrevendo todas as características separando o amigo do inimigo não terminaremos nunca, pois sempre surgirá uma idea nova a confundir a cabeça, já cansada de tanto pensar!
Seguir almanaques que dão receitas de bolo dando-nos a segurança de termos encontrado um guia confiável é apenas sinal de preguiça de quem quer pensar pouco ou quase nada! Aqui o discernimento passa longe!
Neste mundo em que vivemos tudo depende. Por isso é tão importante esse tal discernimento ou seja, separar uma coisa da outra sabendo qual é a diferença, perceber com profundidade, refletir. Complicado? Não! Trabalhoso, mas onde não existe trabalho?! Só no mundo dos preguiçosos ou medrosos.
A preguiça não precisa ser explicada, mas o medo neste caso sim, pois só quem tem medo de se deparar com o diferente do que pensa pode querer um guia externo infalível. Este medo geralmente vem acompanhado da necessidade do controle sobre o externo. Quem não tem controle interno é craque em controlar o externo.
Tentando se aprofundar no conceito de amigo, pode-se dizer que todo aquele que deseja realmente sua felicidade e que se predispõe a fazer o que puder para colaborar pode ser considerado seu amigo, mesmo que tome atitudes que não lhe sejam agradáveis, mas que o façam crescer, muitas vezes correndo o risco de ser considerado um inimigo por tê-lo feito sofrer, mas com isso abrindo seus olhos e mente. Tem aquele que nem é considerado amigo, não gosta de você, mas com suas maldades o impulsiona para atitudes dignas de um ser humano decente e inteligente. Se você estiver realmente preocupado com sua evolução, irá aproveitar qualquer situação para tirar melhor proveito dela para crescer.
Mas e o seu inimigo quem é? Às vezes é difícil de perceber, pois pode ser considerado como o melhor amigo, mas que o boicota, reforçando suas atitudes mais idiotas, vaidosas ou suicidas, mesmo que tudo lhe pareça agradável! Pode ser aquele que gosta tanto de você que o protege com exagero, mantendo-o numa redoma tão confortável que a preguiça de crescer se torna maior que sua força de vontade.
Portanto, tudo depende, isto é, depende do que considera ser bom ou não para si e do quanto está comprometido com seu aprimoramento. Você  define quem está ao seu lado ou quem o prejudica retardando sua evolução.
O discernimento e a  determinação para evoluir são extremamente importantes,e no final das contas, o que faz realmente a diferença não é quem você considera ser seu amigo ou inimigo, mas as escolhas que faz em sua vida!
 

Um comentário:

  1. ufa! amiga vc simplesmente foi mara, singular e precisa. Afff... Que texto, que... sei lah...

    Sinto tao amiga qdo inimiga partindo desse principio. Preciso reler, quero acordar, chega de preguiça...
    AH! seus pensamentos, sentimentos, textos... são meus remedios preferidos... como me faz uma pessoa melhor. Fiquei mto emocionada, vc se colocou mto bem, adorei amiga linda! bjusss

    ResponderExcluir

ARQUIVO DO BLOG

NOTA

As fotos utilizadas neste blog são da web ou de amigos, como Bell Felipe, Jac Rizzo (http://jacrizzo.blogspot.com), Adriane (http://tramasecacos.blogspot.com). As telas de pintura são de minha autoria.